sexta-feira, 5 de julho de 2013

João Carrascoza é um dos autores presentes na 7ª Jornadinha Nacional de Literatura

“O homem, o primeiro a acordar na casa, abriu a janela do quarto e deu com o sol já em seu esplendor, envolvendo os espaços com uma grossa demão de luz. Um dia como aquele era quase uma dor de tão lindo, quase não cabia no homem. Nem mesmo a janela suportava a claridade que a atravessava para iluminar, à cabeceira da cama, o rosto de sua mulher no travesseiro”. Esse é um pequeno trecho do conto Grandes Feitos do livro Aquela Água Toda, de João Anzanello Carrascoza, lançado no ano de 2012 pela editora Cosac Naify, e que é uma das obras indicadas para a 7ª Jornadinha Nacional de Literatura.


O livro traz onze contos em que o mais importante são as emoções e a força das inter-relações desencadeadas, em sua grande maioria e essência, por pequenos fatos cotidianos. Da viagem de uma família à praia, narrada do ponto de vista do menino, até o afastamento da família, ao qual o homem é submetido em função de seu trabalho, vemos passar as mais diferentes emoções e toda uma carga de dilemas, que nos faz refletir num nível mais íntimo do ser, e enxergar aquilo que geralmente nos parece insignificante como um potencial motivador de mudanças e descobertas em nossas vidas. Tudo isso é ressaltado pelo que coloca Ronaldo Cagiano em sua crítica, para o Jornal o Globo, intitulada Pequenas epifanias da vida doméstica, atestando que a sensação que este livro nos deixa é que: “É possível falar com sutileza sobre o banal e o ordinário do cotidiano, sem perder a densidade nem cair na obviedade”.


O autor João Carrascoza estará presente na Lona Amarela da 7ª Jornadinha Nacional de Literatura, nos dias 30 e 31 de agosto, falando com os alunos de 6º a 9º ano. Abaixo você assiste a uma entrevista do autor para o Itaú Cultural, em novembro de 2011, em que ele fala um pouco sobre sua vida e obra:


Nenhum comentário:

Postar um comentário